Vídeo publicado no Facebook por casal de Minas Gerais contam agressões sofridas no povoado de Caraiva.

Redação - 15/01/2019 - 07:15


Um casal da cidade de Poços de Calda, em Minas Gerais, divulgou em seu perfil do Facebook um vídeo em que conta uma agressão sofrida por parte de uma vendedora da loja “AÇAI DA VILA” e com a  ajuda de um grupo de nativos, no povoado de Caraiva, Município de  Porto Seguro.

O ocorrido, de acordo com o casal, se deu na tarde do dia 04 de janeiro de 2019, porque a  vendedora  de nome Lohana mostrou resistente ao vender uma porção de  açaí para a filha do casal de nome Raquel, alegando que não teria troco par R$ 20.00 (vinte reias) e por isso não poderia vender e tirou de forma grosseira o açaí das mãos da menina.

O pai da menina identificado por Julho narra como sua esposa foi tratada pela vendedora da loja e um grupo de nativos. Segundo ele, um grupo de homens ao notar um desentendimento na loja de açaí partiram para cima da esposa de dele que sofreu tapas no roso  e muitos socos nos braços. As agressões se estenderam em direção a ele e os demais que estavam com eles, conta

Enquanto se retirava da loja, Julho alega que  voltou a ser cercado por um grupo de nativos e que iniciaram novas agressões contra ele e os amigos que estavam com eles. Para piorar os nativos proibiram que os barqueiros realizassem a travessia do casal e dos amigos, que foram obrigados a ficar na ilha.

O casal relata ainda, que não tinha policiamento e que nenhum comerciante ou outros turistas, tentaram intervir ao seu favor. Diante da situação o casal conta que teve de antecipar  a volta para casa, na cidade de Poços de Caldas, em Minas Gerais.

Julho afirmou que passou muito medo de morrer, ele alega que em nenhum momento teve o direito de justificar como tudo teria ocorrido. Todas as vezes que ele iria falar como teria acontecido, ele e sua esposa aram agredidos.

“A mulher identificada por Mariana que é a mãe da menor, conta sobre a funcionária que agrediu. ‘Ela veio para cima de mim e mim deu um tapa na cara que quebrou meu óculos, eu  empurrei ela, foi quando veio um monte de homens e me  seguraram para que ela pudessem me bater ainda mais” conta a mulher emocionada .

Os turistas, que vieram comemorar o aniversário da filha, contam que voltaram para sua cidade decepcionados, com lesões pelo corpo e envergonhados pelo triste episódio.

Se o  relato deste casal de turistas realmente procede, não é aceitável que uma situação dessa  permaneça impune, onde nativos e comerciantes se acham no direito de criar suas próprias leis, agredindo covardemente pessoas indefesas que ali chegam para gastar o seu dinheiro, desabafa o casal.

A prefeitura precisa tomar providências, afinal de contas, o turismo é a maior fonte de renda do município. Moradores daquela localidade têm reclamando frequentemente da falta de policiamento, muitos  turistas tem sido vitimas de roubo na estrada de acesso e mesmo dentro do povoado.

A redação o do Site Giro de Noticias  deixa um espaço aberto para que a parte  acusada tenha seu direito de resposta e dar a sua versão sobre o triste relato contado pelo casal e ocorrido na localidade de Caraiva.

WhatsApp Giro de Notícias (73) 98118-9627
Adicione nosso número, envie-nos a sua sugestão, fotos ou vídeos.


Compartilhe:

COMENTÁRIOS

Nome:

Texto:

Máximo de caracteres permitidos 500/



Nunca mais volto nesse lugar.Na estrada de acesso da uma sensação de insegurança danada.Na travessia de canoa um pessoal mal encarado,e sem contar que lá a droga rola solta.Terra sem lei...Se vc ama sua família,não a leve pra Caraíva.Tudo caro e além do mais esses nativos se acham acima de tudo...Eles mandando a turista embora de volta pra São Paulo...Tá pegando o boi de irmos lá gastar dinheiro...Deus abençoe Caraíva,Mas eu lá nunca mais. .
Cristiano

Tá aí o numero da Rede Record Bahia Cabrália No Ar 73999270563.esse zapp
Usuário Facebook

Vou pra Caraíva sempre, é só paz e amor, historinha muito mal contada!


Posta o rosto da vendedora e as filmagens da loja e vc depois vê quem quw foo agredido. Dhiohanna levou um soco no galpão e nem saiu dele quando a mulher disse que o pessoal segurou ela p Diohanna bater, seguraram pra a mulher BEBADA nao ir pra cima dela de novo. BEIJAO


O POVO DEPENDE DOS TURISTAS, DESSE GEITO VAI COMPLICAR A ECONOMIA DO DISTRITO. EU MESMO NAO INDICO A NINGUEM IR EM CARAIVA, TERRA SEM LEI.
LIKOTE

Pergunta:É verdade que aqui em Caraiva só tem valentão? Resposta: Tem nada quando chega um noisso mata.
Caraiva

Isso ñ tem outra explicação terra de bandidos. Os turistas tem q isolar esse lugar. E fraquentar outro distrito c/ praia.c
Joáo

Isso ñ tem outra explicação terra de bandidos. Os turistas tem q isolar esse lugar. E fraquentar outro distrito c/ praia.c
Joáo

Uma hora vai chuve bala aí em Caraíva aí vão fala que é um povo bom tranquilo mas gosta de bate em turistas ne uma hora vai chegar um doido em Caraíva é aí quero ver os valentões
Roberto

Aí quando chegar um doido Armando em Caraíva é mete bala nos valentões as pessoas fica falando o dor do coitado ali é Caraíva não tem besta não só tem sabido é o povo valente mas uma hora vai cair na bala é não vai reclamar
Vinícius

Boa tarde! Precisamos do contato do jornal giro de notícias para podermos enviar o vídeo do que realmente aconteceu!
Açaí da Vila

eu vô ai para esse botas mete as cara só polícia de Minas gerais vô eu só de Nanuque eu vô mostra és botas de Caraíva como fazer um a um eu vô pegar


Na verdade Caraíva e bagunçar não tem policiais vc não ver um PM a coisas e feia é o povo de Caraíva sempre foi valentões gosta de brigar e mas um dia eles vão acha um doido é a coisa vai ficar feia para o valentões de Caraíva
Mineiro

Caraíva sempre teve os valentões que acha que é dono do povoado além das coisas ser caríssima um abisurdo os valores das coisas
Tico

Na verdade na estrada tem que está um cinco homens bem armado com muita armar para quando os vagabundos estiver colocando pau na estrada para roubar e decer do carro e meter bala neste ladrões que fica na estrada tem que matar este vagabundos
Fernando

Caraíva sempre teve os valentões que se acham os fortes mas se não tem policiais para fazerem segurança do Turismo ai sempre os nativos querendo se os valentões
Edivaldo

Na verdade é uma vergonha vc chegar em Caraíva é não ver um policial aí vem uns três que se acham dono de Caraíva os valentões para bate nas pessoas cade os Pm para fazer as segurança do lugar não tem
Marcos

E sempre assim, todo agressor tem sua versão. Então que os nativos, também publique sua versão, e que a polícia militar se explique, um lugar com alto fluxo de pessoas ,sem segurança publica.
PRADO

A estrada que liga Monte Pascoal à caraiva, está muito perigosa, bandidos estão fazendo a festa, bandidos colocam pau na estrada, os carros diminua a velocidade e é roubado, falta de policiamento tá difícil!!!!
Nao identificar

É lamentável esses nativos acharem que são donos de Caraúbas!
Fernando

Escolhe outro lugar moço que yenha pessoas decentes, não volte a esse lugar. Vá para prado,lugar de gente maravilhosa.
Celý

Caraiva é assim mesmo , quem manda la é bandido , bandido na estrada assaltando , bandido na travessia , bandido na rua , bandido na praia , bandido nas pousadas , só tratam bem quem tem dinheiro e vai prá la consumir droga , é uma região sem leis e os moradores se acham donos de tudo , saiam fora desse lugar !
Sem partido político !

Essse povo de caraiva são todos desse jeito valentão que se os bom todos porquiera
Lo

Covardia desses canalhas que segurou a moça par essa vagabunda bate se não tinha o troco pedia para alguém troca não iria pessa pedi pra alguém trocar vinte reais essa vagabunda inginorante
Filha do rei

Tem a outra versão da história, dada pela vendedora
Jhosi