Assalto ao Banco do Brasil de Itanhém termina com um policial e quatro bandidos mortos

Redação - 06/09/2012 - 15:10


Além do policial militar, quatro assaltos foram mortos no confronto

ITANHÉM - Um assalto à agência do Banco do Brasil de Itanhém terminou com um saldo de um policial e quatro bandidos mortos. No confronto entre a polícia e os bandidos na manhã desta quarta-feira (05), os elementos levaram mais de meio milhão de reais.

O soldado Cléber Sousa Costa, 33 anos, chegou a ser socorrido, mas não resistiu e morreu a caminho do hospital

 

O soldado Cléber Sousa Costa, 33 anos, morto no confronto chegou a ser levado de helicóptero ao Hospital Regional de Medeiros Neto, mas não resistiu ao ferimento de um tiro de fuzil e foi a óbito antes mesmo de chegar ao hospital.

Outro policial, o soldado Sandro Alves Carvalho, foi ferido na cabeça foi socorrido e levado para o Hospital Municipal de Teixeira de Freitas, onde passou por uma intervenção cirúrgica e não corre mais risco de morte.

Já os assaltantes ainda foram socorridos e levados para o Hospital Municipal de Medeiros Neto, aonde dois já chegaram sem vida e outros dois morreram tão logo que deram entrada no pronto socorro da unidade

Os bandidos foram identificados pela polícia como sendo Hilton Dias Lovato, 42 anos, Roberto Queiroz Martins, 41, Acácio Gonçalves da Silva, 36, e Ivo Alves Quinzinho, 22. Todos oriundos do estado de São Paulo.

Os quatro assaltantes foram identificados. Segundo a polícia, todos são oriundos do estado de São Paulo

A troca de tiros ocorreu durante as busca realizada pela polícia, por volta das 09h30, cerca de uma hora após o grupo ter deixado o banco.

Na fuga os bandidos seguiram pela BA-290, percorreram pelo bairro Uldurico Pinto, na cidade de Medeiros Neto e seguiram por uma estrada vicinal que dá acesso ao distrito de Itupeva, no município de Medeiros Neto. Eles e saíram na cidade de Lajedão, onde houve o confronto. Antes, porém, os assaltantes bateram o veículo que usavam na fuga, um GM/Astra preto, placa JNY-2452/Salvador, e tomaram de assalto uma Fiat/Strada preta e fizeram de reféns o motorista e o pai dele.

O tenente coronel Osíris Moreira Cardoso, comandante do 13º Batalhão de Polícia Militar de Teixeira de Freitas, e o major Ubiraci Barbosa da Silva, comandante da CAEMA, comandaram as operações. Quatro guarnições da 44ª Companhia Independente de Polícia Militar de Medeiros Neto também participaram das buscas aos bandidos.

O policial morto no confronto, o soldado Cleber Sousa Costa, 33 anos, era natural de Salvador e há nove anos estava na Polícia Militar da Bahia, integrando os quadros da CIPE – Companhia Independente de Policiamento Especializado da Bahia e atualmente servia na unidade da CAEMA - Companhia de Ações Especiais da Mata Atlântica de Posto da Mata e estava tirando o seu último serviço pela especializada, porque a sua transferência para Salvador já havia sido publicada no dia anterior a sua morte.

Três dos assaltantes chegaram à agência do banco antes das 8 horas da manhã e renderam o gerente de serviço Eduardo Contão Vieira. Na proporção que os funcionários iam chegando, os bandidos os levavam para uma sala interna da agência, sem causar qualquer tipo de desconfiança. Lá todos foram imobilizados com algemas de plástico e tiveram as bocas tapadas com uma fita adesiva. O outro assaltante estaria no veículo Astra, aguardando o desfecho do assalto para fugir com os demais.

Segundo o gerente geral do Banco do Brasil de Itanhém, Luiz Leônidas Renon, os assaltantes mantiveram 12 pessoas presas. “Eles nos trancaram no caixa forte antes de levar todo o dinheiro”, contou o gerente, que chegou a ser agredido com um soco por um dos bandidos. Dentro do caixa forte que, na verdade, é uma sala equivalente a um quarto pequeno, os funcionários ficaram presos por cerca de 20 minutos e só foram soltos com a chegada do prefeito de Itanhém, Milton Ferreira Guimarães, o “Bemtivi”, que é funcionário de carreira do banco e sabe manusear a porta do cofre.

Com os bandidos a polícia apreendeu armas e munições de grosso calibre, todas de uso exclusivo das forças armadas, além de ter recuperado o dinheiro levado no assalto

Os quatro assaltantes estavam com armas e munição de guerra, além de rádios de comunicação. Com eles a PM encontrou três fuzis AK 47, um fuzil Colt Comando, todos calibre 762, uma pistola nove milímetros, 11 carregadores de fuzis 762 e 400 munições de diferentes calibres, todas elas são armas exclusivas das forças armadas. Ainda segundo uma nota divulgada pela PM, R$ 565 mil do assalto foram recuperados. 

WhatsApp Giro de Notícias (73) 98160-3777
Adicione nosso número, envie-nos a sua sugestão, fotos ou vídeos.


Compartilhe:

COMENTÁRIOS

Nome:

Texto:

Máximo de caracteres permitidos 500/



bandidos tem que ter penas de mortes
beto nogueira

A Nação que confia mais nos seus direitos do que em seus soldados, engana a si mesma e cava sua ruína. Rui Barbosa


parabens CEMA,vcs fizeram um exelente trabalho menos 4 bandidos.infelismente perdemos um mas onde quer que ele esteja estara olhando e orando pele vida de cada um de vcs.
Likinha

Fico sentida pela a morte do pm.que Deus de a ele um bom lugar..esses filhos de uma mae teve o que mereceu...
Eliane

iquei com pena do policial que estava em serviço o que aconteceu com os bandidos foi bem feito pois quem escolhem esse caminho de ser assaltante esta procurando a morte
Ana

E UMA PENA QUE ESSES JOVES SEGUEM O CAMINHO ERRADO SE ELES TIVESSEM CONCIENCIA QUE PRECISAMOS DE TAO POUCO PARA VIVEMOS A VIDA SERIA MUITO MAIS FACIL PARA ELES.
ANDREIA

valeu caema, é bom ter voces em nossa região, pena que tivemos a perca de um grande soldado, continuem assim, bandido na nossa região deve ir para debaixo do chão.
Itabela

esses caras são de heliopolis eu os reconheço mito bem um deles deixou mulher e doi filhos gemeos..
alice

cidade boa....o prefeito sabe ate abrir o cofre do banco!!!! sera que caríbas num tem naum???


Policia menos armados que bandido até quando...
Família e amigos

o tiroteio fica uns 400mt de nossa fazenda vi tudo subi em cima do curral e fiquei olhando eu e meu primo e meu cumhado, eu vi a hora que tudo comercou foi uns 40 minutos de tiro e umas bombas tiro pra todo lado varias tons de tiros e muita policia dentro de um valo sujo tentado esconde .foi tenso depois que acabou o tiroteio e passou uns 10 minutos derram ainda 3 tiros eles nao deixaram eu filma la na hora eu fui uns dos primeiro a ve
muito tiro e bomba

paz paz que a paz do senhor esteja com vosco hj e sempre amemmm....
pimentinha

meudeus coitados das policias todos ladrões deveria ser cortsdo asa mãos......

POXA!E OS BANDIDOS POLITICOS QUE ROUBAM O DINHEIRO PUBLICO DEIXANDO PAIS SEM RECEBER SALARIOS,ALUNOS SEM AULAS E MERENDAS,HOSPITAL SUCATEADOS E FALIDOS,O QUE FAZER COM ESSE OU ESSES CHEFÕES DAS BANDIDAGENS???
Burguesia Brasil

CADE VC CARIBÉ? QUER SER CANDIDATO DENOVO? PLHA O DINHEIRO DA PREFEITURA NÃO E SEU NÃO! PAGA OS COMBEIROS
ZÉ BOCÃO

que pena, mesmo morto,eu do os parabéns,por ter morrido honrrando sua far nós defendedo,so esperou passar o seu dia 25 de agosto perdemos um defensor de nossa pátria brasileiro. jesus coloque em bom lugar.


que pena, morreu em favor de nossa patria, que deua coloque ele em um bom lugar,


tem que matar estes vagabundos todos,bandido so e bom morto.e carregar eles igual porco eles merecem.


Bandido bom, é bandido morto!! Parabéns CAEMA, infelizmente perdemos um amigo!
Maluco