Se acontecer, é para revolucionar o país, diz Janaína Paschoal sobre ser vice de Bolsonaro.

Redação - 21/07/2018 - 11:26


Pré-candidato do PSL à Presidência da República, o deputado Jair Bolsonaro afirmou que a professora e advogada Janaina Paschoal, filiada ao seu partido, voltou a ser uma possibilidade de nome para vice de sua chapa. A convenção do legenda que vai oficializar sua candidatura será no próximo domingo, 22.

“Ela volta ao radar, pois está no nosso partido e tem muito a contribuir”, afirmou. “Precisamos avaliar as afinidades dela com nossas propostas, como a questão da redução da maioridade [penal] e do porte de armas”. Procurada por VEJA por telefone e WhatsApp, Janaina não respondeu à reportagem.

Em conversa com o deputado Major Olympio (PSL-SP), a advogada, uma das autoras do pedido de impeachment de Dilma Rousseff (PT), chegou a acertar uma candidatura à Assembleia Legislativa de São Paulo. “Avaliamos que ela pode contribuir numa campanha à Presidência”, disse Bolsonaro. “Não podemos errar, temos que construir uma candidatura diferente.”

Filiada ao PSL, ela diz ainda não ter sido chamada para o posto. "Não tenho como responder porque nada me foi perguntado", disse a advogada em entrevista à Rádio Eldorado nesta quinta-feira (19). "Se essa dupla acontecer, será para revolucionar o país", declarou.

Fonte Agência Brasil

WhatsApp Giro de Notícias (73) 98160-3777
Adicione nosso número, envie-nos a sua sugestão, fotos ou vídeos.


Compartilhe:

COMENTÁRIOS

Nome:

Texto:

Máximo de caracteres permitidos 500/



Desse o processo de Dilma que eu comentei, essa Advogada é bandidona quer fazer política futura, veja no que esta acontecendo. Esse país só tem bandidos politicos acha que todos são idiotas.
LUIZ CARLOS AGUILAR

Desse o processo de Dilma que eu comentei, essa Advogada é bandidona quer fazer política futura, veja no que esta acontecendo. Esse país só tem bandidos politicos acha que todos são idiotas.
LUIZ CARLOS AGUILAR