Direção do Hospital Luiz Eduardo Magalhães não atende ordem judicial em favor de paciente com AVC.

redação - 08/08/2014 - 20:24


A direção do Hospital Público Luiz Eduardo Magalhaes, localizado no Município de Porto Seguro, recusou-se a atender uma determinação judicial deferida pelo Juiz da Comarca de Guaratinga, substituto em Itabela, Dr. Rodrigo Quadros de Carvalho.

Na decisão o Juiz determina que a paciente Olidina de Souza França de 66 anos, vitima de um  AVC, (acidente vascular cerebral) ocorrido na manhã da ultima segunda-feira (04) em Itabela, seja atendida com internação no Hospital de Base Luiz Eduardo Magalhaes. A direção se negou a receber a paciente, que ficou por pelo menos quatro horas dentro de uma ambulância em frente àquela unidade de saúde.

A determinação para transferir a paciente foi determinada pelo Juiz, na manhã desta quinta-feira, através de concessão de liminar. A direção do Hospital de Itabela, onde a paciente estava internada há quatro dias, comunicou à direção do  Hospital de
Base em Porto Seguro,  por telefone, que também já  havia sido informado pelo Cartório de Registro Civil do fórum de Itabela, sobre a decisão concedida pelo Juiz Substituto.

No entanto, uma Assistente Social que se identificou apenas por Rosimara, avisou aos parentes da vitima, logo que que chegou  ao Hospital de Base, que não iria receber a paciente, pois o hospital estava despreparado para o atendimento, sem Médicos e sem leitos de UTI's.

A  ambulância do serviço de atendimento do Hospital de Itabela, permaneceu  no local, por  mais de quatro horas, aguardando que fosse  comprida a decisão da Jjustiça para que a transferência da paciente fosse efetivada.

O estado de saúde da paciente é muito delicado, com o descumprimento da liminar expedida pela Justiça, fez com que a paciente viajasse por mas de 150 km, indo e voltando da cidade de Porto Seguro, o que pode agravar em muito,o estado de saúde e  colocando em risco a vida da mesma.

Com a ordem judicial negada pela direção do hospital, a paciente volta a ficar internada no Hospital Frei Ricardo de Itabela com poucas condições para atender o caso da mesma, a qual  precisa ser atendida por um médico neurologista.

O processo foi impetrado pelo Advogado Caio Rodrigue Sabaini a pedido da família. O pedido foi acatado pelo Juiz, o qual determinou que caso o Hospital Luiz Eduardo se nega em atender ou alegue falta de vagas, ox réus, no caso a Secretaria Estadual de Saúde e a Diretoria da unidade hospitlar  em questão, ficam obrigados a providenciar os procedimentos determinados, sob pena de multa diária no valor hum mil reais.

Sobre o não atendiemnto à paciente, o Juiz  iformou por telefone a redaçõa do site giro de ntoicias, que vai adotar medidas  criminais contra a direçao daquela unidade hospitalar pela desobediencia.

WhatsApp Giro de Notícias (73) 98160-3777
Adicione nosso número, envie-nos a sua sugestão, fotos ou vídeos.


Compartilhe:

COMENTÁRIOS

Nome:

Texto:

Máximo de caracteres permitidos 500/



E SE FOSSE A MÃE DE QUEM RECUSOU O ATENDIMETO.BANDO DE DESALMADOS.VCS JÁ TÃO COM O PÉ NA PORTA DO INFERNO.
indignado

Onde o governo pertence Roberio é assim eles só querem o voto de nossa região mas tratar bem o povo ele não quer. já precisei internar a minha irmã em Eunapolis eles negaram o prefeito na época era Roberio agora é dona Claudia de Porto Seguro fazer o mesmo vem aqui pedir meu voto casal pilantra.


é vamos fazer umas aulinhas de portugues ai viu pessoal...
Paulo

ambu Aproveite e interna o seu português, o melhor enterre pq vcs mataram totalmente a gramatica.
itabelense de verdade

Isso é uma falta de respeito para com s vida de um ser humano. Que vergonha hein Jaques Vágner. Agora é hora de pedir voto e tb é a hora de nós darmos o troco.
Douglas

Temos que votar sim tirar esses pt dai que nada fizeram na nossa regiãlo. A saúde que eles dizem que fizeram foi piorar tudo
Revolta

quero ver se vai ficar em pune. Juiz prende o diretos do Hospital Orelio Rocha
Maria

MEU DEUS QUE PAIS É ESSE DEPOIS ESSES POLITICOS VEM PEDIR VOTO PARA DEPUTADOS N~AO TEMOS QUE VOTAR P NINGUÉM.
PESSOAS TRISTE