Tempo em Itabela
Itabela
+30°C
PUBLICIDADE:
PUBLICIDADE:
Família tenta vaga em UTI para bebê que nasceu prematuro em hospital de Itabela e não consegue.
Por: redação - Data: 30/12/2015 - 09:21:31

Monica de Souza Pereira, 26 anos, teve um casal de filhos no Hospital Municipal Frei Ricardo em Itabela, Bahia, na manhã de terça–feira (29/12). As crianças nasceram no sétimo mês de gestação, uma das crianças, o menino, nasceu com problemas respiratórios e precisa de um tratamento numa UTI neonatal com urgência, pois seu quadro clínico apresenta infecção respiratória, duas paradas cardíacas e transfusões de sangue.

O bebê espera por uma transferência desde as 10 horas da manhã desta terça-feira (29/12). Até o fechamento da matéria todos os fax encaminhados aos hospitais com condições de atender as necessidades da criança foram negados, alegando falta de vagas.

Segundo a Médica Drª Cristine Azevedo a situação do paciente agravou-se e foi feito um novo relatório de transferência e encaminhado por fax ao Hospital  de Teixeira de Freitas e de Porto Seguro e também foi encaminhado ao Centro de regulação do Estado da Bahia.

De acordo com a Médica, ao todo foram encaminhados cinco relatórios de transferência, sendo todos negados e o paciente pode vir a óbito a qualquer momento.

“ A avó dos bebes  Niceia Soraia de Souza comentou o fato com indignação, ”Não há sensibilidade da rede hospitalar estadual, que não entende que trata-se de seres humanos, Na opinião de um parente, essa atitude é desumana a situação do paciente é grave e que ninguém resolveu o problema” lamentou.

“Disseram que não tem vagas, mas não é dessa maneira que se trabalha. Quando não há vagas eles são obrigados a fazer a transferência e conseguir vaga em qualquer unidade de saúde da Bahia”, observa Rômulo, um parente da criança. Ele lembra que é obrigação do estado oferecer saúde de qualidade a população.

Deixe seu comentário:             ( 10 pessoas já comentaram! )

Nome:


Máximo de caracteres permitidos 500/


                 

PUBLICIDADE:
PUBLICIDADE: